sexta-feira, 8 de junho de 2007

Versão Final

TOUFEE
Atividade 17/23
Dados de Identificação: Adriane Schmidt de Souza, Ligiane Reginatto, Vera Lucia Selister Gomes , Maria Otília e Mara Cecília.
Introdução: Toufee é um editor e através dele podemos realizar e publicar apresentações e filmes flasch online. Ele não é um programa e sim um editor, portanto não precisamos fazer download. Há em suas ferramentas centenas de efeitos que podem ser usados em nossas produções. Também pode-se insirir imagens do Flickr e os vídeos do Youtube com um clique só.Desenvolvimento: Inicialmente buscamos saber o que era o Toufee, sua formatação e maneiras que poderiamos utilizá-lo. Partimos em busca do desvendar do site: http://www.toufee.com/ . Percebemos que para qualquer utilização primeiramente teríamos que nos cadastrar. Assim o fizemos e começamos a explorar tentando realizar a produção de um vídeo. Paralelamente a isso, realizamos as postagens que podem ser vistas em nosso Blog colaborativo: http://blogcolaborativog10proa17a.blogspot.com/ . O estudo realizado está fundamentado conforme postagem da colega Vera na Teoria do Construtivismo e grande é o desafio de construirmos um trabalho assim. Metodologia nova, formato novo, conhecimentos que devem ser buscados de forma individual, sistematizados e socializados. Tudo novo! Com este trabalho, mudamos nossa maneira de ser, de entender, mudando também os paradigmas que pautavam nossa vida. Para que essa mudança aconteça devemos ser um pouco pioneiros e desbravadores. Hora nos sentindo impotentes, hora muito satisfeitos com os conhecimentos adquiridos e aplicados. Segundo Jorge Santos Martins, educadores que buscam a mudança "...são "iluminados", pois são guiados por forças superiores que lhes dão a coragem de desafiar situações complicadas e não temem enfrentar problemas. São detentores de uma visão prosectiva de futuro, são impulsionados pelo desejo de romper barreiras e pela vontade de pôr em ação a metodologia do "fazer diferente", do "a aprender a conhecer", do "aprender como fazer" e do "aprender a ser pelo conviver".Tudo o que aqui foi contruído, ainda não é, e nem deve ser um produto final, mas um ponto de partida. Partida essa que só pode vir a melhorar o quadro educacional que se instaura em nosso país! Aproximar-nos das mídias, da tecnologia, do lazer e do prazer com objetivos claros, fará-nos verdadeiros educadores com o compromisso de ser agentes de transformação social, sempre procurando o melhor caminho para vencer o desafio de mudar e facilitar o crescimento integral de nossos alunos, contribuindo desta forma para que as gerações possam usufruir uma existência mais digna agora e no futuro.Qual será nosso papel principal diante de toda essa mudança? Deverá ser o de orientar nossos alunos na busca dos caminhos e a produzir o seu conhecimento, dentro do seu contexto próprio, partindo do que já sabem. De acordo com Paulo Freire,: " A pedagogia da pergunta deve substituir a pedagogia das certezas, dos saberes pré-pensados, das verdades definitivas". Com essa metodologia superamos as práticas habituais e tornamos o ensino mais dinâmico e diversificado pelo relacionamento interdisciplinar, assumindo a postura do aprender a aprender e do aprender a pensar.Tanto nossa investigação no Blog Colaborativo como os Blogs Colaborativos dos colegas, nos remetem para longe da prática tradicional e ultrapassada . Muda dessa forma o trabalho do professor, seu papel e também muda radicalmente o papel do aluno que passa a ser agente que constroi o seu conhecimento. Como falamos na postagem acima relações de cooperação devem pautar o trabalho. Também relacionamos muito o nosso trabalho , bem como o dos demais colegas, a idéia preconizada por Piaget - situação-problema, onde buscamos de forma incansável a solução da mesma gerando aprendizagens que nem sempre são únicas.
Conclusão: Através das leituras, consulta a sites, indicações de professores e colegas chegamos a um aprendizado especial. Domimanos muito e precisamos ainda dominar mais, mas isso não nos impede de seguirmos adiante e de aplicarmos em nossa prática tudo o que vimos e construimos. Mostrando-nos humildes e não como "Senhores Onipotenes" conseguiremos construir lado a lado com o nosso educando um caminho diferente e melhor. Sem jamais esquecer que aquilo que realmente traz resultado é feito com AMOR, PACIÊNCIA e DEDICAÇÃO. Receitas que na visão do grupo são imprescindíveis e essenciais em nossa caminhada atual e futura.
Gostaríamos de concluir o nosso trabalho com um pensamento de Augusto Cury:
"Um educador não é um ser humano perfeito, mas alguém que tem serenidade para se esvaziar e sensibilidade para aprender".

2 comentários:

Su disse...

Olá grupo!

E a parte prática do trabalho? Coma funciona, quais as características, co o usar? Exemplos de uso, tutorial , etc?
Algumas destas partes estão em postagens soltas que deveriam ser sistematizadas no trabalho final.

Porém, agora não há mais tempo. Nosso limite foi 6/6.

Uma questão: vejo nos dados do grupo o nome de colegas que não participaram da construção do trabalho. Nós solicitamos, também, que só fossem colocados os nomes de quem efetivamente e significativamente contribuiu. Solicitamos, além disso, que na conclusão o grupo falasse sobre a participação dos seus membros.

abraço!

Ligi disse...

Olá colegas, coloquei uns acessórios na página,um efeito no mause e uma chuvinha.
Abraços
ligiane